quarta-feira, março 08, 2006

Finalmente Chegou o Dia...

Bato à porta
- Entre - responde o João - está, apenas, encostada.
Empurro devagarinho e sou recebida pelo sebastião com uma lambidela silenciosa. O João está sentado na beira do sofá com a Rita, embrulhada num roupão, acocorada entre as suas pernas com o rosto pousado num dos seus joelhos. Olha na minha direcção e acelera a respiração.
- Mais uma contracção...
- Isso mesmo -encoraja -a o companheiro- inspira profundamente pelo nariz ... sopra... devagarinho pela boca... como se estivesses a enfonar uma vela... outra vez...linda menina!...
- Já está a passar -diz a Rita -Estive dentro da banheira toda a manhã mas as dores começaram a ser mais frequentes e o João achou melhor que eu saísse para desinfectar a banheira ( tal como me tinha dito) e mudar a água e ... lá vem outra...
- Quando essa passar vai ter de se deitar para eu a poder observar, certo? Está a ser muito corajosa...
Examino-a. Oiço o bebé com o meu velho estetoscopio de Pinard, que aos olhos comuns parece mais um funil mas que durante séculos foi o único instrumento de que os Obstetras e parteiras dispunham para ouvir os batimentos dos corações dos fetos.
- Está tudo bem... Quase 8 cm de dilatação. A bolsa de águas ainda não se rompeu. Se quiser pode voltar para dentro da banheira.
O João amparou-a e ajudou-a a meter-se na água tépida. O sebastião deitou-se, num tapete, a um canto. As toalhas estavam colocadas em cima do aquecedor e o material de que iríamos necessitar pousado numa mesinha perto da banheira.
- Isto custa um bocado...mais uma...
- Falta pouco - dizia eu tentando encorajá-la -mais meia dúzia e temos o bebé cá fora!...
Meia hora depois
- Tenho de ir à sanita - disse a Rita, de repente
- Não... deve ser a cabeça do bebé a descer - calcei as luvas e fiz-lhe um toque -a dilatação está completa e o bebé começa a descer. Agora tem de fazer força, com os músculos abdominais, quando sentir as contracções. Esqueça a respiração que fez até agora. Chegou o período expulsivo... lembra-se das aulas de preparação para o parto?... Tem de aproveitar todo o tempo em que dura a contracção para " puxar" - pousei a minha mão esquerda sobre a sua barriga para ter melhor percepção do ínicio da contracção - agora...força....está a começar uma... - e ela fazia força enquanto o João a encorajava.
- Mais um pouco e bebé nasce...força...força - dizia eu- já lhe vejo a cabeça -e num esforço final eis que o bebé nasce. Pego-lhe ao mesmo tempo que as mãos da Rita o puxam para cima do peito com um grande sorriso molhado
- Deus te abençõe, meu filho!
Laqueio o cordão umbilical e faço o gesto de passar a tesoura ao João que, pegando na tesoura, corta o laço físico que uniu estes dois seres nos últimos nove meses...

3 comentários:

contadordehistorias disse...

Que grandes mudanças. Pode ser que um dia volte para cá. Abraço a todos.

PS: boa gestão

Heavenlight disse...

Nasceu um bebé. Uma nova vida que iniciou, e que espero que obtenha do Mundo o melhor do Amor, da Amizade, da Saúde, da Verdade e do Sucesso.
Um dia destes irei pedir à Rita para o visitar. Por agora vou deixá-los recuperar e trocar carinhos sem muita confusão.
Para a Marisa:
Parabéns pelo sucesso enorme de ajudar uma criança a vir ao Mundo!

Luana

Heavenlight disse...

Caro contador de histórias:
Ainda bem que gostou!
Será muito bem-vindo quando quiser regressar! Ficamos à espera!

Heavenlight