segunda-feira, dezembro 12, 2005

Coincidências...ou não...

Parece-me que de repente a minha vida entrou em estabilidade, já não me sinto insegura...deixei de ter medo que me reconheçam como a Maria de outros tempos...agora estou mais solta...mantenho o meu emprego e inscrevi-me no ginásio lá do bairro.
Na verdade não é isso que quero partilhar com vocês...o que me tem despertado o interesse é alguém que inicialmente começei por ver lá no ginásio...moreno...bom corpo...conclusão...alguém interessante, que me despertou a atenção...
Um dia destes ao descer no elevador parou a meio do percurso...3º andar...a porta abriu e ali estava ele...o rapaz do ginásio...bons dias trocados e olhos postos no chão...saímos...cheirava bem...
Engraçado esta coisa de sermos vizinhos...nunca me tinha cruzado com ele apesar de morar ali há bastante tempo.
Agora vou ao ginásio sempre na esperança de o encontrar, mas as últimas vezes que me tenho cruzado com ele têm sido de manhã, quando vou apressada para o trabalho...hoje pensei nele quando chamei o elevador...gostaria que parasse no 3º andar...mas não...parou no segundo, para entrar uma mãe e a sua criança...acho que fiquei meio desiludida...
Ao descer as escadas entre o novo jardim, senti vontade de olhar em determinada direcção...lá estava ele, dentro do carro, óculos de sol postos...mas tive a certeza de que estava a olhar para mim...e isso fez com que sentisse uma volta na barriga...não deixa de ser engraçado...pergunto-me...será que quando ele pressiona o botão do elevador pensa se eu não estarei lá dentro? Talvez esteja a ser presunçosa...mas hoje não vou deixar de ir ao ginásio...

4 comentários:

Heavenlight disse...

Diz-se que não há coincidências...
Fico feliz por estares a recomeçar a tua vida e a desprender-te do passado, mas será que um homem na tua vida não seria agora demasiado confuso? Não será tudo muito recente? Não tens medo que ele se aproxime de ti e mesmo que com boas intenções te venhas a sentir usada? E será ele comprometido, casado, terá filhos, será uma pessoa boa?
Permite-te amar, sim, mas não te magoes.
Luana

mar disse...

Acho tão bonito q não tenhas perdido essa capacidade de amar de forma descomprometida e, talvez ...ingénua!...
Continua... deixa que os passos da descoberta te levem para o desconhecido..
A mim parece-me que estás no bom caminho... "a raposa e o princepezinho a cativarem-se".
O passado ficou para lá da curva e já não está á vista, existe, apenas.

Beijos, maria

Anónimo disse...

e depois das coincidências e dos detalhes, se nada acontecer...

impressaodigital disse...

who is he?? humm...

Rita, 3ºdto