quinta-feira, setembro 08, 2005

De novo em casa

Voltei ao meu lar, depois de acabadas as festas de Agosto.
Entro no prédio e digo boa tarde à D. Margarida, que me retribui com outro boa tarde e um sorriso amável. Entro no elevador, carrego no numero 6. Quando ele para, saio e olho para o patamar, como que à espera de ver alguém. Entro em casa, largo as malas no chão e encosto-me à porta como o mesmo sentimento de espera. Gostava naquele momento alguém me viesse bater à porta para me perguntar se estava tudo bem. Fico com vontade de chorar por estar tão só, mas resisto e volto a sair.
Entro no elevador e quando a porta se está a fechar, há uma voz que diz:
“- Espere...”
Travo a porta com o pé, essa voz diz:
“- Obrigado”
E é quando dou por mim, estou pela primeira vez cara a cara com o meu vizinho do lado. Já o tinha visto, espreitado, da minha janela algumas das vezes que ele estava em pleno acto com alguma das varias mulheres que lá vão a casa. Mas achei que, assim em pessoa, ele era um homem com muito charme.
Quando o elevador parou ele fez um gesto para a porta e disse:
“- Primeiro as senhoras.”
Fiquei muito vermelha e sai a correr, acho que a D. Margarida deve ter ficado assustada com a velocidade com que eu sai do prédio.
Estava a tremer, não por ele ter sido cavalheiro comigo, mas por tudo o que ele me fez relembrar.
Na minha cabeça podia rever toda a agitação sexual que eu tinha visto em casa dele. Sei que isto não é próprio para uma rapariga como eu. Mas eu não posso evitar ir para a janela da cozinha, espreitar, sempre que acho que ele está em casa com alguma mulher. Tenho de procurar ajuda... um padre, um psicólogo, alguém que me tire este vicio.

12 comentários:

impressaodigital disse...

Diagamos qeu me sinto aliviado por não ser eu o observado...

João (3º dto)

BlankPage disse...

To be continued after saturday..after the 1st hell..and i´m so lazy :/ (and you´re truly sturbbon miss..indeed u are!! does anyone told u this before? i think so..:p)

kisses for u babe..

Pedro Carvalho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Carvalho disse...

Gostei da escrita do post. Parece que tenho mais uma personagem para conhecer. Quanto ao enredo parece que tivemos a mesma ideia.

Beijo

Pedro Carvalho disse...

É verdade acho que ainda não deves saber mas... a blankpage que neste caso é o Ernesto (acho que é dele que falas no texto) já não mora no prédio.

Beijo

mar disse...

como assim " já não mora no prédio"? O Ernesto já não mora no prédio? Não dei pelo seu desaparecimento... e, o que mulherio, anda todo alvoroçado por causa dele?!

maresia disse...

um padre?!?! para que é que tu precisas de um padre?!?! tu precisas é de saltar da tua janela para a dele e rapidamente!!!

Acho engraçado, a forma como toda a gente se encontra no elevador. Eu subo sempre szinha...

e! o Ernesto já não vive no prédio?!?! assim nunca vou saber se seria ele o homem do carro... god! vou afogar-me!!

vitoria disse...

eu como rapariga casta não me posso saltar para a janela dele. ele ter charme, mas não sei se o quero para a minha primeira vez.

Nydia disse...

Pois.... todos nos temos um vicio!

Muita luz

BlankPage disse...

Pois..pensei melhor e acho que vou continuar...eu sei que parece um pouko estranho este vai não vai...mas pronto...as i said before..to be continued..

MrX disse...

Hmmm... Digamos que o voyeurismo é considerado uma patologia do foro mental. Não que te esteja a chamar maluca (longe de mim). Todos nós temos um pouco de voyeurismo. Só é problema se isso te impede de fazer uma vida normal.
Qualquer coisa, sabes o meu andar.

Beijo,
Mário

Al disse...

e esse mulherio todo que anda em casa do Ernesto, é do mesmo prédio? Já agora, qual é o endereço?