segunda-feira, junho 06, 2005

O misterio da fotografia

Estou fora nem há uma semana e quando regresso eis que soube agora das novidades neste predio: a Margarida na Portaria, um vizinho novo no 6º andar, um amor entre dois jovens...
Falando da Margarida, fiquei muito feliz por ela e por nós, porque sei que vai dar conta do recado!
E por falar nela, lembro-me logo do Sr José, parece que até agora as investigações ainda nao deram em nada...
Parece-me tambem que o senhor que comprou o 6º andar, só cá vem aos fins de semana e é caçador.
E a Liliana e o Mario, dois jovens apaixonados, o amor´quando é assim como o deles vale a pena vivê-lo!
A Margarida tambem me disse que encontrou nas coisas do Sr José a foto da senhora que ele procurou no Porto e nunca encontrou...ao que parece desse amor nasceu uma criança, que o Sr José nunca conheceu... eu bem dizia que aquele olhar triste e a enorme solidao podiam muito bem ser devidos à dor de um coração despedaçado por um grande amor.
Mas mais intrigada fiquei quando ela me disse que viu essa foto cá no predio, sim, viu-a na entrada do apartamento da cave. Ainda nao me cruzei com o habitante da cave mas pelo que a Margarida me disse parece que ele evita cruzar-se com os habitantes do predio. Como veio ele cá parar? será que sabia que o Sr José era pai dele? é muita coincidencia ter vindo parar a este predio...é ele de certeza o filho que nasceu desse amor do Sr José.
Já disse a Margarida que vou tentar saber mais desse rapaz...

4 comentários:

TMara disse...

Não sei, tenho dúvidas....Possso ser eu a filha desse amor a norte.Qnd aí estive com intenção de alugar um dos andares vagos achei a a titude do porteiro estranha (no mínimo) pra an/ dizer bizarra. E o cerrto é k nunca + me atendeu, não fez seguir aminha etição e perdi o andar. Petrgunto-me por que razão ou razões me olhou como quem visse fantasma...Boa semana para vocês. Bjs e;)

MrX disse...

Puxa, a vida neste prédio está a tornar-se num autêntico policial da Agatha Christie. Eu cá prefiro não entrar em desconfianças e apenas viver a minha vida descansado.

Ah! Lembrei-me agora! Queria manifestar o meu desagrado pelo facto da fechadura da porta de entrada no prédio não abrir facilmente. Ontem, quando entrei no prédio, fiquei, sem exagero, 10 minutos a tentar abrir a porta. A fechadura está muito velha. É preciso mudá-la.

Mário

zezinho disse...

Vejo que a imaginação continua em alta.
Prevejo um livro que irá sair daqui. estou enganado?
Abraços

impressaodigital disse...

também ja notei que a fechadura não está boa...

humm...essa historia do sr.jose e dos filho(s) poe-me intrigada!