quarta-feira, junho 22, 2005

Vende-se

ainda não sei quel é o meu andar, só sei que é o qualquer coisa esquerdo. eu só moro em esquerdos, manias, superstições, chamem-lhe o que quiserem. Vou vender este andar. Não que não goste de aqui viver, ou passar, pois viver realmente nunca vivo, passo por aqui sempre de partida... as raízes em terra a mim não me fixam. aceito propostas, não quero muito dinheiro, só quero estar solta.

3 comentários:

mar disse...

Querida maresi

Se não é por uma questão de dinheiro, não vendas nem alugues. Faz, sempre, falta um aroma a maresia(mesmo que seja, só, de vez em quando( Ainda por cima num prédio de onde não se vê o mar!...

mar disse...

Ps: O teu andar é o 7º esq, não é?

margarida

maresia disse...

agradeço os dois "recados", ainda bem que ainda alguém sabe onde moro... mas não posso ficar, são regras a mais, não para o funcionamento do prédio, mas para a minha forma de estar. visita-me sempre que quiseres, lá em outros lados, onde não tenho amarras. o prédio vai ser um sucesso!!