quarta-feira, maio 11, 2005

A morte do Porteiro

Foto de: Carlos Sequeira


Encontrámos um indíviduo de raça caucasiana com idade compreendida entre os 70 e 75 anos, na madrugada de 11 de Maio no Jardim dos tristes. Vestia calças de tecido de cor creme, da marca "Don Vitolini" e uma camisa de cor azul marinho da mesma marca.Calçava um par de sapatos de couro castanho engraxados, de número 41 da marca "Calcantex".
O indíviduo, não possuia qualquer documento identificativo possuindo apenas consigo algumas fotos antigas e um pequeno pente que se presume ser para o bigode.
Após relatório da autópsia concluiu-se que a morte terá sido fruto de paragem cardiaca provocada por acontecimento indeterminado.O corpo apresentava sinais de agressão. Um dos trabalhadores da morgue, identificou-o como o Senhor José Porteiro, residente em .... na rua.... no edíficio... rés do chão esquerdo, no qual exercia também a profissão de porteiro.
Foi aberta uma investigação para o apuramento dos factos que terão determinado a morte do Senhor José Porteiro. Se possuirem alguma informação que seja considerada útil para o apuramento de tais factos agradecemos que nos contactem o mais rápido possível. Obrigado.


Inspector Segredo

5 comentários:

MrX disse...

Puxa! Por esta não esperava. Acebei de chegar com a minha chave nova, todo contente, pois ia habitar a minha casa nova, e deparo-me com esta notícia. Estou de rastos. Não cheguei a conhecer o senhor em causa, pois quando cá vim ele não estava presente.
Como vêm, não tenho informações úteis para vos dar, no entanto, se precisarem de mim estou no 10º Esquerdo.
Fico mesmo triste com esta notícia...

Mário

mar disse...

tb eu fiquei literalmente siderada com a morte do sr josé. Embora tivesse falado com ele apenas uma vez, aquando da entrega da chave...fiquei chocada.
Não terá sido um daqueles encontros com a menina da camisola fushia?!

mar

Ludovicus Rex disse...

A Malta vai Investigar, Fiquem descansados.

Anónimo disse...

Tu és demais!!!!

Nandita disse...

ora ora...
o senhor josé morreu... com essa não contava, gostava tanto de conversar com ele sobre os meus gatos...
tenho pena. paz à sua alma!

e agora, como vai viver este predio???
bj